terça-feira, junho 01, 2010

Para Maurício

A gente sabe quando é pra sempre.
Não vou vir com aquelas baboseiras de “demorei pra perceber que gostava de você” porque eu gostei de você desde o começo e você sabe. A verdade é que não teria como a gente não se gostar.
Não, essa não é mais uma das da minha companheira falta de modéstia; é só que você sabe que ia ser assim. Que depois que você pegou na minha mão a primeira vez e eu disse o quanto elas eram macias eu senti uma coisa engraçada. Não foi porque eu tinha bebido incontáveis dry martinis (?) naquela noite ou dado risada com você um pouco antes, ao comentar do “Superbad” e do McLovin. Foi porque eu não esperava, e te encontrei.  E foi “puxa, quero ser amiga dele”, e junto veio aquela vontade de saber toda a sua vida em cinco minutos.
E que por mais que isso seja clichê e, cara, que experiência de vida eu tenho?, eu não ia conseguir encontrar alguém que se encaixasse nas minhas exigências (oh!) como você - e eu digo física & psicologicamente.  
Porque eu sinto um carinho imenso, uma vontade de descobrir as coisas contigo, um querer te cuidar, orgulho de quem sou quando ‘tou junto de você.
Um tempo atrás escrevi aqui sobre uma vontade de “estar junto não porque é necessário, mas pura e simplesmente pela vontade de estar “, mas agora é necessário. Você é parte de mim. A parte mais bonita de mim. Eu sei. Você sabe.

2 comentários:

Mauricio disse...

"Faça um comentário". o blogspot vai me desculpar, mas fazer um simples comentário sobre o que vc escreveu não seria o suficiente. Aliás, até agora, eu não achei uma maneira eficaz de agradecer por ter encontrado você. Amo você! Eu sei. Você sabe =)

tatiana disse...

Mas que texto mais bonito! =)