sábado, março 14, 2009

egocentrismo

Às vezes eu penso que eu seria uma bela de uma antropóloga. Eu e mais metade do mundo, pois todos gostamos de imaginar como os outros pensam, comem, dormem, fazem amor...
Olhamos as pessoas no ônibus e tentamos imaginar como aquela sustenta os três filhos, como aquele ganhou as primeiras rugas, como o vovôzinho ficou manco, o que levou a senhorinha a roer tanto as unhas.

Na verdade acho que eu seria é uma boa análise de estudo, já que choro, grito, tenho vontade de morrer e mesmo assim me considero a melhor pessoa do mundo. A mais foda e mais certa, que deve ter olhado mais de cinco mil outros e outras durante toda a vida e que não teve vontade de ser nenhum ou nenhuma.

3 comentários:

Claudia Bittencourt disse...

também tenho essa sensação...
;*

Lucas disse...

somos todos assim, querendo ou não. acho que quem escapa à regra são os suicidas... ou, sei lá, talvez não, verdade... pra que ato mais egoísta e egocêntrico do que este? haha

beijo ma.

Lana disse...

"me considero a melhor pessoa do mundo. A mais foda e mais certa, que deve ter olhado mais de cinco mil outros e outras durante toda a vida e que não teve vontade de ser nenhum ou nenhuma"

Falou por mim também.