domingo, agosto 09, 2009

Bijuteria

apesar de mamãe dizer
que com eles
Catarina parecia
uma vagabunda,
os brincos gigantes
de plástico
não atrapalharam
quase nada
o primeiro beijo

7 comentários:

tatiana disse...

Desconfio que quase nada atrapalharia. :)

Ramon disse...

oia lá! hahaha

A n a. disse...

linda! como já dizia Caio Fernando Abreu: "e quem pode comigo quando eu digo tudo o que sinto?"

beijin

Claudio disse...

Os brincos poderiam até ser bijuteria, mas o beijo pelo jeito foi "de verdade". Mamãe não deve ter pensado nisso, hehe.

Bom como sempre! =**

Lucas Soares disse...

Obrigado pela imagem que sempre consegue formar com seus escritos.

E puta legal o texto sobre Guarapuava. Ninguém nunca traduziu exatamente a mesma merda que sinto com relação a Jataí. É tudo do mesmo jeito que você descreveu...

Beijão Ma.

Cátia Margarida disse...

ler-te é como lamber chupa-chupa daqueles redondos enormes enormes. de uma coisa doce e colorida.

Merda disse...

Bijuteria ou ouro. Parecendo vadia ou não. Nada lhe roubaria esse momento.