terça-feira, outubro 31, 2006

e fora da festa...

- TÁ BOM! - desligou e jogou o celular com alguma brutalidade na bolsa. Brutalidade de mulher.
(passos)
- Por que está chorando, pequena? O que aconteceu?
- Nada.
(o soro tem gosto de lágrimas)
- Foi ele? Oras...ele é um babaca.
(sorria, meu bem)
E o outro toca.
- 'Olá querida, tô ótimo, e você babe? Pare de se preocupar à toa, só tenho olhos pra você! Okay. Milhões de beijos, pequena, aproveite o restante da viagem. tututututu'.
- Você é linda.
- ...
- Eu te amo.
- Obrigada.

2 comentários:

Bill disse...

Já estava ficando ansioso aqui...
Quando tudo acaba bem o que passou é esquecido...
^^
“Tu és a tela irreal em que erro em côr a minha arte…”
{Fernando Pessoa}

Beijo dona moça e um ótimo dia pra tu

:***

rafa. disse...

aaa como eu gosto de ler aqui ;}
bejin ma :)